Saiba como dar adicional de viagem para empregada doméstica! Saiba como dar adicional de viagem para empregada doméstica!

Saiba como dar adicional de viagem para empregada doméstica!

6 minutos para ler

É comum que algumas famílias saiam de suas casas e embarquem em viagens no período de final do ano. Assim, se a empregada tiver que viajar junto, ela deverá receber o adicional de viagem.

O adicional de viagem consiste em uma remuneração à empregada doméstica em situações assim. Desse modo, caso você precise do acompanhamento de sua empregada, é importante conhecer mais sobre o assunto.

Pensando nisso, preparamos esse post sobre os fundamentos do adicional de viagem. Boa leitura!

Posso viajar com meus empregados domésticos?

Sim, a lei permite que você, como empregador, viaje com sua empregada doméstica. Porém, não existe nenhuma vinculação da função da empregada a isso. Sendo assim, é preciso que ela concorde em viajar e venha acordado tal possibilidade em contrato.

Dentro da lei também existem outros pontos que devem ser considerados ao solicitar o acompanhamento da funcionária em uma viagem. Tal como o adicional de viagem, custeio de gastos, etc.

A empregada concordou em viajar? Agora, o primeiro passo é fazer um termo de acompanhamento de viagem. Esse termo deve ser assinado pelas duas partes.

No termo de acompanhamento, você deve especificar que a remuneração da empregada nas horas trabalhadas será 25% maior que o salário base.

Ignorar o termo é algo muito imprudente. Só com a realização dele é possível documentar todos os detalhes da viagem e, principalmente, que ambas as partes concordam. Assim, se evita qualquer problema por falta de informação do empregador ou da empregada.

Quanto uma babá cobra para viajar?

A faixa salarial de uma babá varia entre R$ 1264,85 (piso salarial 2020), R$ 1300,00 (média salarial dos trabalhadores da área) e R$ 2300,42 (teto salarial, normalmente atribuído aos profissionais com carteira assinada em regime CLT).

Contudo, para chegar ao valor que uma babá cobra para viajar, é preciso realizar cálculos para encontrar o valor da hora. Todavia, a carga horária de uma babá geralmente vai até 44 horas, o que é permitido por lei.

Como calcular o adicional de viagem doméstico?

Agora, o que deve ser feito é calcular, com base no salário da funcionária, o valor do adicional de viagem. Sendo assim, basta:

  • dividir o salário mensal por 220;
  • calcular 25% do valor encontrado;
  • some os dois resultados.

Assim, você já sabe o valor de cada hora trabalhada com o adicional de 25%. O valor também vale para empregadas domésticas. Todavia, também vale ressaltar que esse cálculo vale para todos os empregados domésticos, assim como as babás.

Quem pode ser considerado empregado doméstico?

O cálculo feito vale para todos os empregados domésticos. Mas, o que é um empregado doméstico?

De acordo com a lei, empregado doméstico é aquele que presta serviços de forma contínua e sem fins lucrativos a uma pessoa ou família em sua casa.

Contudo, funcionário doméstico não é só aquele que faz as atividades do lar. Existem diversos tipos de ocupação que se encaixam como empregado doméstico e falaremos um pouco sobre elas a seguir.

Empregada doméstica

A forma mais comum de ocupação. A empregada doméstica é encarregada de atividades como:

  • cuidar do lar/
  • limpar e manter a casa organizada;
  • cuidar das roupas;
  • ajudar as pessoas da casa;
  • tratar de animais e plantas.

Todavia, é importante lembrar que a função de empregada doméstica se equipara a caseiro, arrumador, faxineiro e diarista.

Cuidador de crianças e idosos

Este é o profissional cuja função é zelar pelo bem-estar de bebês, crianças, jovens, adultos ou idosos que precisem de cuidados especiais. Desse modo, são definidos como:

  • cuidador de idosos;
  • babá;
  • mãe social;
  • cuidador em saúde.

Enfermeira

Enfermeiras, além de trabalhar em ambientes hospitalares, também contratadas para atender pessoas em residências familiares. Sendo assim, a função da enfermeira é de dar apoio médico aos pacientes. Desse modo, ela ajuda nos cuidados de saúde da pessoa enferma, mesmo que dentro de casa.

Cozinheira

A cozinheira é a profissional encarregada de preparar as refeições. Aqui, estamos falando das cozinheiras domésticas, mas elas podem atuar nos mais variados setores, como:

  • escolas;
  • hotéis;
  • hospitais;
  • restaurantes;
  • resorts;
  • e outros.

Governanta

A governanta tem o papel de supervisora. Deste modo, ela atua verificando e garantindo que os demais funcionários façam o que precisa ser feito de acordo com as necessidades do empregador.

Motorista

Ao contrário do que muitos pensam, o motorista não tem apenas a função de transportar o empregador e seus familiares. Todavia, as manutenções do veículo também são de responsabilidade dele. Contudo, essa profissão precisa de qualificação de até 200 horas.

Quais outros gastos com a doméstica na viagem?

Além do adicional de viagem para empregada doméstica, você precisa cobrir certos gastos. Sendo assim, é preciso ter atenção e colocar todos os gastos na balança antes de solicitar o acompanhamento dela.

Como a necessidade de acompanhamento na viagem é sua, nada mais justo que arque com os gastos da viagem. Portanto, recursos como a hospedagem, alimentação, transporte e outros, cabe ao empregador pagar.

Todavia, se a empregada quiser sair durante as horas de folga para fazer algo, os custos são de responsabilidade dela. Sendo assim, o empregador paga apenas o essencial para manter a doméstica durante a viagem.

Como deve ser controlada a Jornada de Trabalho?

O empregador deverá seguir a mesma rotina de controle de jornada sob pena de ter que pagar horas extras.

Fiquem atentos para caso a empregada tenha sido contratada para trabalhar em apenas cinco dias na semana e estará trabalhando sete dias na semana. Posto isso a profissional receberá por todos estes adicionais que deverão ser devidamente calculados por uma empresa que realmente entenda do assunto. 

Como fazer o termo de acompanhante de viagem com minha doméstica?

Após decidir viajar com sua empregada e perguntar se ela pode te acompanhar, agora é o momento de documentar tudo. Sendo assim, tudo que for combinado e definido entre as duas partes deve estar especificado no termo de acompanhamento.

Desse modo, conversar com a empregada é fundamental. Assim, ambos deixam claro como será o pagamento, gastos da viagem e outros detalhes. Após, basta finalizar o termo de acompanhamento de viagem com a assinatura das duas partes, afirmando que estão de acordo.

Viajar com a empregada ajuda muito em certas situações. Assim, é importante ter esse conhecimento de como funciona o adicional de viagem para empregada doméstica. Agora que conhece bem o assunto, você consegue passar por todo o processo sem dores de cabeça para ninguém.

Gostou do nosso artigo sobre o adicional de viagem para empregada doméstica? Assine a nossa newsletter e seja o primeiro a receber artigos como este!

Posts relacionados

Deixe um comentário