Diferença entre NIS, PIS, PASEP e PIS Diferença entre NIS, PIS, PASEP e PIS

Entenda a diferença entre PIS, Pasep, NIT e NIS

3 minutos para ler

Descubra aqui quais são as principais diferenças existentes entre o PIS, o Pasep, o NIT e o NIS.

Entenda as diferenças: PIS, Pasep, NIT e NIS

É muito comum diante de tantas siglas e significados que as pessoas façam confusão entre algumas delas, principalmente quando se tratam de conceitos semelhantes, como no caso do PIS, Pasep, NIT e NIS.

Mas afinal existe alguma diferença entre o PIS e o NIT e as demais siglas?

Em primeiro lugar, qualquer cidadão ao ser empregado com base na CLT terá um número NIS/PIS. Assim como os servidores públicos serão cadastrados no PASEP. O que esses números têm em comum é que todos têm como finalidade o acesso aos benefícios da seguridade social, como o seguro-desemprego, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, abono salarial e aposentadoria.

Veja agora uma descrição de cada um destes números.

1. Programa de Integração Social (PIS)

O PIS (Programa de Integração Social) é um programa direcionado aos trabalhadores de empresas privadas regidos pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). Todos os meses, as empresas privadas depositam a contribuição para um fundo ligado a seus colaboradores.

Esse fundo, por sua vez, está conectado ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), que paga benefícios como o seguro-desemprego e o abono salarial.

Livre-se da burocracia do esocial

Vale destacar que os trabalhadores domésticos não tem direito a receber o abono salarial do PIS, visto que são contratados por pessoas físicas.

2. Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep)

O Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) se trata de um benefício pago anualmente aos servidores públicos, mas tem a mesma finalidade do PIS. Em vista disso, costumam ser citados juntamente ao fazerem referência a um deles. É muito comum serem referenciados como PIS/PASEP.

Bom saber! Caso o trabalhador que sempre trabalhou na rede privada for aprovado em algum concurso, não será precisa alterar ou corrigir a documentação, já que a inscrição é a mesma.

3. Número de Registro do Trabalhador (NIT)

O NIT é o número de registro do trabalhador autônomo, ou seja, que nunca mantiveram vínculo empregatício formal ou com carteira assinada.

O NIT, por sua vez, pode ser obtido diretamente na Previdência Social, visto que o INSS é o único benefício que pode ser recolhido pelo trabalhador autônomo, Contribuinte Individual, Empregado Doméstico, entre outros.

Importante: No caso do contribuinte estar inscrito no NIT e for contratado por uma empresa privada, o empregador deverá realizar o cadastro do funcionário no PIS.

4. Número de Identificação Social (NIS)

O NIS é o Número de Identificação Social realizado através do Cadastro Nacional de Informações ou pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O NIS é gerado pelo Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), da Caixa.

Em resumo, o NIS é uma inscrição voltada a todos que têm direito ao recebimento de algum tipo de benefício social do Governo Federal, tais como:

  • Pronatec;
  • Bolsa Família;
  • entre outros.

Então, ficou mais claro a diferença entre essas 4 [quatro] siglas que costumam fazer parte da vida do trabalhador. Você também achar interessante: Por que a empregada doméstica não tem direito ao PIS.

Posts relacionados

Deixe um comentário